CYPELEC Core

Solicite proposta de fornecimento dos programas de CYPE

CYPELEC Core

Instalações elétricas de baixa tensão

CYPELEC Core é um programa gratuito para o cálculo de instalações elétricas de baixa tensão que incorpora o motor de cálculo do CYPELEC REBT. CYPELEC Core permite desenhar esquemas unifilares da instalação e configurar as características dos elementos que a compõe.

As verificações de cálculo realizadas no programa baseiam-se nas especificações das normas internacionais IEC.

CYPELEC Core está integrado no fluxo de trabalho Open BIM através do standard IFC.

Trabalho com BIMserver.center

Para utilizar a aplicação é necessário registar-se na plataforma web BIMserver.center. Uma vez descarregada e instalada a aplicação, assim como o sincronizador para BIMserver.center, as novas obras criadas pelo utilizador deverão estar vinculadas a um projeto alojado na plataforma, permitindo assim o fluxo de trabalho colaborativo Open BIM.

CYPELEC Core é gratuito e está disponível para descarga na plataforma BIMserver.center.

 

 

Interface do utilizador

 

Interface do utilizador acessível e com múltiplas ajudas na edição: quadros tipificados, grupos de linhas, circuitos predefinidos, copiar, colar, mover e igualar propriedades, desfazer-refazer e novos componentes da instalação: baterias de condensadores, transformadores BT/BT, etc.

 

 

 

 

 

Dimensionamento

CYPELEC Core dispõe de um sistema de dimensionamento automático das linhas que permite ao utilizador configurar os critérios que deseja que o programa tenha em conta neste processo.

O dimensionamento configura-se no diálogo "Opções de dimensionamento", ao qual se acede premindo o botão CYPELEC Core localizado no grupo Cálculo do separador Unifilar ou Árvore (grupo "Projeto"). Neste diálogo é possível:

  • Aumentar a secção do cabo para cumprir com a intensidade nominal ou intensidade regulada da proteção.
    Nesta opção deve-se especificar o número máximo de incrementos de secção que se deseja que o programa realize automaticamente.
  • Dimensionar a queda de tensão máxima admissível, com a possibilidade acrescida de contabilizar no dimensionamento a compensação da queda de tensão entre a instalação interior e a derivação individual. Nesta opção deve-se especificar o número máximo de incrementos de secção que se deseje que o programa realize automaticamente.
  • Dimensionar os dispositivos de proteção contra sobrecargas, com a possibilidade acrescida de ajustar a intensidade nominal da proteção à intensidade máxima admissível do cabo.
  • Dimensionar os dispositivos de proteção contra curto-circuitos a poder de corte último e a poder de corte de serviço.
  • Dimensionar o calibre dos dispositivos de proteção contra contactos indiretos.

 

Esquemas

Grande versatilidade no momento de conceber os esquemas relativamente ao número de elementos, níveis e tipos de carga.

CYPELEC Core

Tipologias de alimentação

 

Distintas tipologias de alimentação: rede em baixa tensão, grupo eletrogéneo isolado e centro de transformação.

 

Além de especificar o tipo de alimentação principal, de entre os indicados anteriormente, o programa permite a possibilidade de introduzir uma alimentação complementar através de um grupo eletrogéneo que pode dar serviço à totalidade da instalação, a uma parte da instalação ou para colocar em marcha os serviços de emergência que se estimem oportunos no caso de falha da alimentação normal.

 

 

 

 

Equipamentos elétricos

CYPELEC Core permite a introdução dos seguintes equipamentos na instalação elétrica:

 

  • Transformador intermédio BT/BT
    Ao longo do traçado da instalação existe a possibilidade de introduzir um transformador intermédio para a elevação ou redução da tensão nominal, como é o caso da utilização de um transformador para instalações que se alimentam a muita baixa tensão de segurança (MBTS).


  • Bateria de condensadores
    O fator de potência em qualquer parte da instalação poderá ser melhorado mediante a introdução de uma bateria de condensadores que poderá instalar-se tanto a nível individual (recetor) como a nível coletivo (grupo de circuitos).



  • Motores
    CYPELEC Core verifica a intensidade de arranque de motores e permite o uso de arrancadores para reduzir a intensidade de arranque e limitar deste modo a sua incidência na instalação. Também tem em conta a contribuição dos motores assíncronos às correntes de curto-circuito. Mais informação nos pontos:



 

 

 

Verificação da intensidade de arranque de motores e uso de arrancadores

No momento do arranque, os motores assíncronos requerem níveis de intensidade superiores aos que consomem em condições nominais de operação. Estas sobreintensidades podem gerar quedas de tensão muito significativas na instalação, motivo pelo qual os regulamentos elétricos limitam a relação entre a intensidade de arranque e a intensidade nominal em função da potência do motor em questão.

O programa permite estabelecer os dados referentes ao arranque quer mediante a introdução manual de um coeficiente multiplicador da intensidade nominal, como utilizando a nomenclatura da norma americana estabelecida pelo código NEMA que aparece nas especificações técnicas de alguns motores.

O utilizador pode selecionar um arrancador para reduzir a intensidade de arranque e limitar deste modo a sua incidência na instalação. Os tipos de arranque que se podem escolher são os seguintes:

  • Arranque direto
  • Arranque estrela-triângulo
  • Arranque por autotransformador (com 2 pontos de arranque)
  • Arranque por autotransformador (com 3 pontos de arranque)
  • Arranque estatórico/rotórico por resistências
  • Variador de frequência

O arrancador selecionado, além de afetar o cálculo, vê-se presente no esquema unifilar com o ícone correspondente.

 

Contribuição dos motores assíncronos às correntes de curto-circuito

Devido à inércia que apresentam os motores no momento em que se produz o curto-circuito, cada um deles converte-se transitoriamente numa fonte de geração de potência que contribui a incrementar o valor da intensidade de curto-circuito máxima. Por este motivo, e seguindo as diretrizes da norma IEC 60909, foi implementado esta circunstância de modo que se tenha em conta o valor real da corrente de curto-circuito em cada uma das linhas da instalação.

Precisão de cálculo

Cálculos precisos ao utilizar o método das componentes simétricas para obter as correntes de curto-circuito segundo a norma IEC 60909, ou o cálculo por fases de linhas trifásicas desequilibradas.

 

Cálculo ao curto-circuito através do método das componentes simétricas

CYPELEC Core realiza o cálculo de correntes de curto-circuito seguindo o método das componentes simétricas. Baseado no teorema de Thevenin, e sendo aplicável a todo tipo de redes até 230 kV, consiste na indução de uma fonte de tensão equivalente no ponto de curto-circuito e na substituição de cada elemento do circuito defeituoso pelas impedâncias direta, inversa e homopolar correspondente. Uma vez estabelecido este sistema, a corrente de curto-circuito é obtida no mesmo ponto onde foi colocada a fonte de tensão "virtual”.

Graças ao seu excelente aspeto analítico e à sua maior precisão em relação aos demais procedimentos, dispõe-se das melhores ferramentas para o cálculo de defeitos na instalação.

 

Hipóteses para o cálculo das correntes de curto-circuito

Verifica-se as intensidades de curto-circuito máximas e mínimas para cada uma das hipóteses de alimentação estabelecidas, no caso de existir mais de que uma, de forma que os dispositivos de proteção garantem a proteção contra curto-circuitos para todas as fontes de alimentação.

 

 

 

Cálculo de intensidades por fases desequilibradas

No momento de projetar uma instalação elétrica trifásica supõe-se que a distribuição das cargas em cada uma das fases se realizará de forma equilibrada. Este modo de proceder pode ser mais cómodo no momento do dimensionamento, mas trata-se de uma mera aproximação já que o certo é que o equilíbrio total é muito difícil de conseguir. A possibilidade de realizar um dimensionamento da instalação com uma distribuição desequilibrada por fases permite ao utilizador selecionar a fase à qual se conecta cada uma das cargas. Deste modo é possível realizar um estudo preliminar da distribuição das mesmas e evitar desequilíbrios entre fases que possam afetar o correto funcionamento da instalação.

Além disso, no caso da instalação apresentar algum desequilíbrio entre fases, o programa realizará todas as verificações pertinentes de forma que se modele o comportamento real das linhas. Nesse sentido, serão tidas em conta as correntes que circulam por cada uma das fases e pelo neutro para compensar o desequilíbrio entre as mesmas, consideram-se essas intensidades no momento de dimensionar corretamente a secção de cada condutor (incluindo o neutro) e serão calculadas quer as quedas de tensão simples (fase-neutro) como as quedas de tensão compostas (fase-fase).

 

Listagens de justificação

Listagens de justificação de todas as verificações efetuadas pelo programa.

CYPELEC Core    CYPELEC Core

 

Cargas distribuídas e quadros tipificados

Em qualquer configuração é possível introduzir elementos predefinidos, cargas distribuídas e quadros tipificados. A potência destas ferramentas radica na possibilidade do utilizador armazenar as tipologias de cargas e distribuições que mais utilize, de modo que possam ser utilizadas as vezes que sejam necessárias sem necessidade de voltar a configurar cada uma em separado.

 

 

  • Cargas distribuídas
    O conceito de carga distribuída aplica-se a situações nas quais se quer introduzir um conjunto de cargas com uma configuração determinada, para que seja tratada como um bloco no seu conjunto. Por exemplo poderia dar-se o caso de uma instalação de grandes dimensões como uma nave industrial ou um hospital, no qual se pretende realizar uma distribuição da iluminação por sectores e em que seja mais cómodo introduzir um bloco de carga distribuída para copiá-lo várias vezes e seguidamente realizar pequenas modificações em cada um deles.

 


  • Quadros tipificados
    O modo de aplicação é similar ao da carga distribuída, mas com o condicionamento de que as modificações que se realizem no bloco serão aplicadas em todos do mesmo tipo. Um claro exemplo de aplicação seria o projeto de um grupo de moradias, para as quais se define previamente a distribuição das linhas elétricas e seguidamente inserem-se tantos blocos como moradias se queiram implantar.

 

 

 

 

 

Visualização de magnitudes calculadas

Visualização direta das magnitudes calculadas sobre o próprio esquema com “tooltips”.

 

CYPELEC Core

 

Desenhos

Geração de desenhos com informação detalhada das linhas e as cargas. O programa possibilita que o utilizador realize uma seleção de parâmetros para mostrá-los nos desenhos do esquema unifilar. Quando se prime o botão CYPELEC Core "Configuração de desenhos" surge uma janela em que é possível realizar essa seleção.

 

CYPELEC Core

CYPELEC Core


Inicio Volver al inicio

CYPE em Portugal · Top - Informática, Lda. - Tel. 253 209 430
Rua Comendador Santos da Cunha, 304, 4700-026 Braga
Av. 5 de Outubro, 72 – 7º A - 1050–059 Lisboa
Home | Top-Informática | CYPE Ingenieros | Novidades | Produtos | Suporte Técnico | Serviços |
Aviso Legal | Contacte | Sugestões | Subscrição | Noticias | Mapa Web